Dois concursos no Banco do Brasil e na COBRA TECNOLOGIA S/A

A turma que não mede esforços para abocanhar um emprego público no Banco do Brasil teve uma semana estimulante. Isso porque o BB anunciou que existe a possibilidade de realizar dois concursos públicos neste ano. O primeiro, praticamente certo, será para a Cobra Tecnologia e pode ter o edital divulgado ainda neste mês. O outro, com vagas para escriturário, ainda precisa de análises posteriores.

Responsável pelo processamento de dados do Banco do Brasil, a Cobra Tecnologia escolheu, no final do mês passado, a empresa que será responsável pelo concurso. A incumbência de preencher 4.165 vagas ficou a cargo da Empresa de Seleção Pública e Privada (ESPP), de Taboão da Serra (SP). Todos os postos são para cargos que exigem a conclusão do nível fundamental, sendo que 793 aprovados terão contratação imediata e 3.372 formarão um cadastro reserva de profissionais.

Dois cargos entrarão na disputa: o de operador (3.415) e de auxiliar de operações (750). No caso da primeira função, 643 profissionais serão nomeados assim que sair o resultado do concurso e 2.772 aguardarão a convocação. Já os auxiliares, 150 serão contratados imediatamente e 600 entrarão na lista de espera.

Conforme o cronograma entregue pela Cobra Tecnologia às empresas interessadas em fazer o concurso, os aprovados serão distribuídos por todas as regiões do país. Brasília, por exemplo, receberá 250 operadores. O mesmo documento prevê a aplicação da prova objetiva em abril. Um indício forte de que o edital não deve tardar para se divulgado nas páginas do Diário Oficial da União.

Escriturário

A possibilidade de um concurso para escriturário vem de uma portaria, de quarta-feira passada, do Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais, que alterou o limite do quadro de pessoal do BB para 94.491 funcionários. A quantidade anterior era de 94 mil.

Antes de dar início a um novo edital, o banco vai convocar os aprovados na última seleção, cuja validade vence em setembro e outubro, conforme o local de lotação. Até lá, os aprovados poderão ser convocados para assumir os novos postos. Desde o ano passado, o banco adotou uma política de não prorrogar os concursos vigentes. Isso porque, com o tempo, o preenchimento das vagas iam ficando mais difícil: candidatos já haviam assumido outros empregos públicos ou não tinham atualizado os seus endereços.

A função de escriturário exige conclusão de nível médio e tem salário inicial de R$ 942,90, além de gratificação mensal equivalente a 25% da remuneração bruta. Os estados beneficiados no próximo concurso serão Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo (interior). Houve uma seleção para as agências do Distrito Federal no ano passado. A validade deste concurso vai até 2010.

Correio Braziliense