Vivo venderá iPhone este mês

04/09/08

A Vivo vai vender o iPhone 3G para brasileiros na última semana de setembro.
A estratégia é uma forma de restringir a venda do aparelho à própria base de clientes da empresa e de “agradar” esse público em época de portabilidade numérica, já que desde o dia 1o deixou de existir a barreira do número para que o cliente mude de operadora.
Roberto Lima, presidente da Vivo, disse nesta quarta-feira que “o iPhone só se justifica para quem consome dados e acessa à Internet”. Ele estima, por exemplo, que da atual base de 41 milhões de clientes da Vivo “um milhão pode se interessar”, projetou.
“Nosso cliente não precisa mudar de operadora para ter o iPhone”, disse ele em encontro com jornalistas no Congresso Nacional de Relações Empresa-Cliente.
A idéia da Vivo de se antecipar ao usuário e enviar a mala direta foi, segundo ele, para “dar a possibilidade aos nossos clientes de ter o aparelho sem filas, sem transtornos”.
Essa é, segundo ele, uma das estratégias da companhia para fidelizar os clientes e evitar a sua migração para qualquer uma das concorrentes.
A operadora começou a disparar uma mala direta que contém, inclusive, uma capa para o iPhone como brinde, na segunda quinzena de agosto. Os interessados que receberam a correspondência podem se manifestar no site da empresa para reservar o modelo.
Lima afirmou que o lançamento será feito na última semana de setembro para todas as operadoras que tenham acordo com a Apple, já que a própria fabricante norte-americana comanda o lançamento do iPhone em cada país.